Guia Prático para Fazer uma Limpa no Seu Guarda-Roupa


Manual de Montagem / Segunda-feira, Janeiro 1st, 2018

A tarefa de abrir espaço no nosso armário não é moleza! Envolve um pouco de sentimentalismo e um pouco de esperança de que aquela calça antiga ainda volte a fechar. Uma coisa certa é que tudo que está no seu armário você precisa amar!

Tudo deverá ter bom caimento, estar em bom estado e deve ser a sua cara. Desde o seu vestido de festa preferido ao short que você usa para ir à padaria. Tendo somente roupas de qualidade, que você ama, as chances de você estar sempre bem vestida aumentam exponencialmente!


A tarefa de abrir espaço no nosso armário não é moleza! Envolve um pouco de sentimentalismo e um pouco de esperança de que aquela calça antiga ainda volte a fechar. Uma coisa certa é que tudo que está no seu armário você precisa amar!
Fotografia: Sarah Dorweiler

Agora que você já definiu o seu estilo e suas necessidades pessoais, você tem uma noção melhor do que você efetivamente quer e precisa no seu guarda-roupa. Sabemos quais as cores que queremos utilizar para tornarmos ele muito mais combinável e versátil. Descobrimos o caimento correto para nossas roupas para que possamos estar sempre confortáveis e bem vestidas sem muito esforço. Chegou a hora juntarmos tudo isso e de começarmos a aplicar na vida real. Vamos começar avaliando as roupas que já temos.


Passo-a-passo

1. Retire tudo que você tem do seu armário. Enquanto faz isso, separe as peças em duas pilhas:

  • Sim, quero ficar com essa peça à princípio;
  • Não. Quero me livrar dessa peça agora. Já coloque essas numa sacola para venda, doação ou lixo, dependendo do estado de conservação. Roupas muito bem conservadas ou com pouco uso podem ser vendidas em sites, brechós e redes sociais ou doadas. Roupas com muito uso mas ainda em estado adequado de conservação devem ser doadas. Roupas muito rasgadas e manchadas ou que perderam completamente a forma por conta de uso devem ser jogadas no lixo.

2. Avalie peça por peça da pilha Sim se perguntando:


Eu amo essa peça?

Se não ama, coloque na pilha do Não.


Essa peça está dentro do meu estilo?

Se você estiver na dúvida, volte a olhar a Style Board que você montou previamente no Pinterest. Se a peça não se encaixa você pode:

  • Procure por ela no Google ou no Pinterest. Se achar combinações interessantes, adicione à sua Style Board. Nesse caso, sugiro ficar de olho nela e perceber se você realmente irá utilizá-la. Mais à baixo eu dou uma dica de como fazer esse controle.
  • Colocar ela na pilha do Não.

Essa peça está adequada para as minhas necessidades?

Se necessário, relembre as definições que você fez para as suas necessidades pessoais. Se são peças que não se encaixam no seu trabalho, lazer ou ocasiões especiais, livre-se dela na pilha do Não.


A cor dessa peça é uma das cores da minha paleta?

Caso não, você pode optar por mantê-la assim mesmo, sabendo que provavelmente você terá formas limitadas de combiná-la com outras peças ou colocar ela na pilha do Não.


Essa peça cabe em mim e tem bom caimento?

Só mantenha as peças cuja a resposta é sim. Todas as peças que estão grande, pequenas, que não fecham e que não obedecem as regras de bom caimento, devem ser descartadas. A menos que sejam coisas que podem ser modificadas por uma costureira, por exemplo, pense e bainha. Nesse caso, crie uma pilha nova, Alterações e Conserto. Se dê um prazo para levar a peça para a costureira. Se passar desse prazo, descarte a peça.


Essa peça está em perfeito estado de conservação?

Isso significa que ela não deve estar manchada, rasgada, com furos ou quaisquer outras avarias que não podem ser reparadas. Nesse caso, vai para a pilha do Não. Se há avarias reparáveis, por exemplo, falta de botões e zíper quebrado, coloque na pilha Alterações e Conserto.


É normal encontrarmos peças que ficamos em dúvida sobre manter ou descartar. Nesse caso, sugiro ficar com elas, mas não deixa-las esquecidas. Pegue um rolo de fita crepe (ideal porque não tem cola suficiente para danificar a roupa) e cole um pedaço de fita em toda peça sobre qual você ficou na dúvida. Se você usar a peça, tire a fita. Se não usar até a sua próxima limpa, a fita continuará lá, te lembrando que você não a usa mesmo e facilitando a decisão de doar.

Limpar o armário com frequência é sempre uma boa ideia. Recomendo fazer pelo menos uma vez por ano, mas creio que o ideal é fazer a cada 6 meses. Ainda mais para quem tem o espaço limitado, como eu.

Por incrível que pareça, é mais fácil se vestir tendo menos roupas. Somente as que realmente lhe caem bem, se enquadram no seu estilo de vida atual e estão em ótimo estado. As outras só ocupam espaço nas suas gavetas, nos seus cabides e confundem na hora de montar o seu look.

Com mais espaço no armário e após ter se desvencilhado de algumas peças, tá na hora de pensarmos em completar as lacunas que sobraram. Veja as 40 peças que eu recomendo ter no armário para um guarda-roupa mai versátil.


Para facilitar um pouco, elaborei um infográfico. É só seguir as setas!

A tarefa de abrir espaço no nosso armário não é moleza! Envolve um pouco de sentimentalismo e um pouco de esperança de que aquela calça antiga ainda volte a fechar. Uma coisa certa é que tudo que está no seu armário você precisa amar!


Em Resumo:

  • Não mantenha roupas que você não ama vestir.
  • Não mantenha roupas que não cabem em você.
  • Não mantenha roupas em mau estado de conservação.
  • Faça uma limpa no seu armário uma vez por ano.
  • Menos roupas no armário e somente as que você ama, facilita na hora de escolher o que vestir.

Deixe um comentário!

Quando foi a última vez que você fez uma limpa no seu armário? Qual peças você não consegue se livrar de jeito nenhum, mesmo usando pouco ou nunca?

Faltou alguma informação nesse artigo? Ainda restam dúvidas? Me diga nos comentários!

Curta Veste Básica no Facebook  |  Siga Veste Básica no Pinterest
Se esse artigo foi útil e/ou interessante, compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *