Seu Guarda-Roupa: Definindo suas Necessidades e seu Estilo


Manual de Montagem / Segunda-feira, Janeiro 1st, 2018

Em um mar de lojas físicas e virtuais que carregam tudo quanto é estilo e tipo de roupa, como se encontrar? Todas já comentemos o erro de comprar coisas que vão para dentro do armário e nunca mais são usadas. Todas já compramos peças que não combinavam com mais nada que temos.

Neste artigo vou falar um pouco sobre como ter foco na hora de comprar roupas para que você obtenha o máximo do seu guarda-roupa sem desperdício e sem ficar com roupas “encalhadas”.

Espero que com esse artigo responder as seguintes perguntas:

  • Quais as peças de roupa que eu preciso para me vestir no meu dia-a-dia?
  • Como posso identificar qual é o meu estilo e saber como eu gostaria de me vestir?

O motivo pelo qual eu sempre ficava perdida nas lojas de roupas se tornou claro para mim: eu não tinha foco. Eu gostava de uma variedade grande de coisas, então nunca sabia exatamente o que comprar que seria de melhor uso geral no meu guarda-roupa.

Eu procurava ajuda nos sites de moda e só encontrava listas genéricas que não tinham absolutamente nada a ver comigo, os famosos “itens essenciais que toda mulher precisa ter no armário“. Então, eu continuava perdida.


Veste Básica. Bem vestida, todo dia. Determine quais são sua necessidades e estilo em termos de roupas para maximizar o potencial do seu guarda-roupa e nunca mais ter roupas sem uso. Moda feminina para o dia-a-dia.
Foto: Sarah Dorweiler, Unsplash

Quais são as suas necessidades?

Há muitos sites pela internet onde você vai encontrar uma lista de itens básicos que toda mulher deveria ter no armário. Coisas do tipo: saia lápis, terno clássico, vestido preto… O problema com essas listas é que nem sempre as roupas presentes nelas se encaixam no seu dia-a-dia.

Sinceramente, a não ser que você trabalhe em um escritório super formal, você usa terninhos? Provavelmente não! Então nem adianta sair correndo para comprar porque vai ficar encalhado. Saiba porque as listas genéricas não funcionam aqui.

Então ao invés de se basear em uma lista feita por outra pessoa, seria muito melhor você entender exatamente o que você precisa no seu guarda-roupa para o seu estilo de vida, sua rotina, seus eventos e seu afazeres.

Simplificando, podemos dividir suas roupas em 3 categorias: trabalho, lazer e eventos especiais. Quando você estiver pensando sobre quais são as suas necessidades em relação ao seu guarda-roupa, pense nessas 3 ocasiões.

Leve em conta também qualquer atividade frequente na sua vida que não se encaixa nessas categorias. Nesse caso, você pode adicionar uma categoria a essas três ou substituir uma delas, se você achar mais coerente.

  1. Como você vai trabalhar? Você trabalha em um escritório formal, sentada no computador? De repente você trabalha na rua o dia inteiro e precisa de roupas mais confortáveis e menos formais. Você trabalha em casa? Cuidando das tarefas domésticas e do seus filhos? São cenários completamente diferentes.
  2. O que você faz na suas horas de lazer? Gosta de bater perna no shopping? Adora ir à praia todo fim de semana? Happy-hour toda quinta e sexta? Trilhas e mais trilhas aos domingos? Festinhas de aniversário de crianças toda semana? Música, samba e cerveja aos sábado?
  3. Você vai à que tipo de eventos especiais? Casamentos? Batizados? Aniversários? Reuniões ou viagens de negócios?

Agora que você já pensou sobre as ocasiões que você costuma frequentar, pense sobre quais as roupas que você usa para ir à elas.

Pode calça jeans no escritório ou para trabalhar? Precisa de roupas sociais? Precisa de roupas práticas de tecido maleável para acompanhar as crianças? Gosta de usar vestidos quando sai à noite?

Pense não só no que você precisa mas também no que idealmente gostaria de usar nessas situações. Assim encontramos um equilíbrio entre necessidade e o que visualmente te atrai.


Vamos me usar como exemplo, assim você consegue visualizar melhor o que eu estou falando.

Como eu vou trabalhar?

No momento eu trabalho como autônoma, logo, trabalho de casa. Então não preciso de roupas específicas para trabalhar no dia-a-dia.

Eu produzo eventos pelo menos 2 vezes ao mês. Um é mais informal, o outro é arrumado, tipo noitada. Logo, eu preciso de roupas arrumadinhas, porém informais e também preciso de roupas de balada.

Quais peças eu preciso para isso?

  • jeans skinny
  • saias de comprimento médio
  • blusas arrumadinhas
  • cardigans, jaquetas e blazer informais
  • vestidos de festa
  • saias de comprimento curto
  • sapatos baixos
  • sandálias arrumadas, porém baixas

O que eu faço nas minhas horas de lazer?

Nas minha horas de lazer eu gosto de sair com meu namorado para o cinema e restaurantes. Encontrar amigos para eventos na casa de alguém ou em bares informais também acontece com frequência. Uma vez por semana eu vou a um clube de leitura com barzinho depois.

Quais peças eu preciso para isso?

  • jeans colorido
  • vestidos informais
  • tênis social
  • sapatos de salto médio

Quais eventos especiais eu vou com frequência?

Pelo menos 2 ou 3 vezes ao ano eu vou a eventos mais sociais, tipo casamentos e formaturas. Viajo uma vez por ano, em média, para visitar a minha irmã nos EUA.

Quais peças eu preciso para isso?

  • vestidos formais de festa em diversos comprimentos
  • casaco de frio
  • sandálias de salto alto de festa
  • bota de cano alto

Quando eu penso no que preciso vestir nessas ocasiões, eu também penso no que eu GOSTARIA de vestir nessas ocasiões. Então imagine o aspecto prático, mas não esqueça também do elemento estético.

Por exemplo, eu escolho usar calçados com saltos mais baixos para meus compromissos de trabalho porque fico mais confortável, já que nos eventos que eu produzo, eu passo muitas horas em pé e andando para um lado e para o outro. Esse é um aspecto prático.

Para pensarmos melhor no aspecto estético, vamos precisar entender melhor qual é o nosso estilo.


Qual é o seu estilo?

Pode parecer uma pergunta simples, mas eu precisei pensar e pesquisar bastante antes de realmente começar a entender qual é o meu estilo. Ou, pelo menos, onde eu quero chegar em termos de estilo.

Foi então que eu descobri um site bem legal chamado Pinterest, e lá eu criei um painel que chamei de Style Board. Clique aqui para ver a minha Style Board!

Nesse painel eu fui adicionando todas as roupas e looks que eu achava interessantes, bonitos e que eu adoraria usar eu mesma. Depois de um tempo, quando já tinha uma quantidade boa de pins, parei para analisar o “resultado”.

Com isso, pude ter uma ideia melhor do que eu realmente gostaria de vestir no meu dia-a-dia. Bastava olhar os elementos que se repetia em diversos pins.

  1. Monte um painel no Pinterest. Vá até o Pinterest (ou qualquer outro site / programa que você usa para guardar ideias e imagens) e faça uma busca por “moda feminina” ou algo relacionado. Comece a dar pin nos looks que você mais gosta. Aqueles que você mesma gostaria de usar. Eu acho esse passo extremamente importante porque te ajuda a definir e visualizar melhor o que você gosta e como quer se vestir.
  2. Faça uma análise do seu painel. Dedique algumas horas para salvar um número razoável de combinações. Agora dê uma olhada e veja o que se repete. Fuja da vontade de fixar em somente um look completo. Tente ter uma visão mais ampla. Há um tema? Há um estilo predominante? Há alguma estampa que se repete? Quais são as peças de roupa que mais aparecem? Quais cores?

Aqui vai uma lista com alguns exemplos do que aparece na minha Style Board para te ajudar a identificar alguns itens que podem aparecer, ou não:


listras | amarelo mostarda | blazers | calças coloridas | saia midi | camisa jeans | slip on | azul marinho | calças estampadas | ankle boots


Minha Style Board

 


Fuja das listas pré-fabricadas e se concentre em roupas que vão se encaixar no SEU dia-a-dia. Assim, aos poucos, você criará um guarda-roupa que se encaixa perfeitamente no seu estilo de vida, com roupas “personalizadas”.

Com essas informações você vai ter mais foco na hora de comprar peças novas e vai começar a pensar no seu armário como um conjunto e não como elementos soltos. Garanto que haverão muito menos peças sem uso!


Em Resumo:

  • Não ter foco na hora de procurar novas roupas dificulta o processo de tomar decisões acertadas, tornando mais fácil comprar peças que ficarão encalhadas.
  • Ter uma visão clara sobre quais tipos de roupas você realmente usa e precisa no seu dia-a-dia garante que você terá roupas para qualquer ocasião.
  • Descobrir qual é o seu estilo facilita na hora de comprar roupas novas porque te dá foco.
  • Desconfie de listas de peças essenciais que toda mulher deve ter.

Agora é com você! Avalie com cuidado os itens mencionados acima. Pense bem sobre suas necessidades de vestuário do dia-a-dia. Faça uma conta no Pinterest e crie um painel para guardar seus looks preferidos.

Deixe um comentário com o link da sua Style Board para que a gente possa te seguir e nos inspirarmos também. Siga Veste Básica lá no Pinterest.

Quer saber o que fazer agora que você sabe quais são as suas necessidades e estilo? Descubra como montar a sua paleta de cores.


Deixe um comentário!

Qual é a peça de roupa que não pode faltar no seu guarda-roupa para o seu dia-a-dia? Se você pudesse descrever o seu estilo pessoal em uma palavra, qual seria?

Faltou alguma informação nesse artigo? Ainda restam dúvidas? Me diga nos comentários!

Curta Veste Básica no Facebook | Siga Veste Básica no Pinterest

Veste Básica. Bem vestida, todo dia. Determine quais são sua necessidades e estilo em termos de roupas para maximizar o potencial do seu guarda-roupa e nunca mais ter roupas sem uso. Moda feminina para o dia-a-dia.

Se esse artigo foi útil e/ou interessante, compartilhe!

8 Replies to “Seu Guarda-Roupa: Definindo suas Necessidades e seu Estilo”

  1. Muito legal seu super manual de estilo! Também uso essa técnica para mim mesma e para minhas leitoras: sintetizar o guarda-roupa se orientando pela rotina é a melhor coisa. Beijos!

    1. Oi, Niki! Que bom saber que meu exemplo se encaixou perfeitamente no seu caso. Sempre bom a gente ter um exemplo real pra se pautar, né?

  2. Que super post, ajuda muito a se identificar, Pq nada melhor do que gastar com roupas que vamos usar no dia a dia… As dicas são otimas, parabéns 💗💗

    1. Stephany, eu sempre tinha a mania péssima de comprar roupas diferentes para cada área da minha vida. Então roupa que era para trabalhar, eu só usava para trabalhar. Agora aproveito 80% do meu guarda-roupa para qualquer situação. Torna tudo muito mais fácil e ficamos com uma gama muito maior para escolher.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *